quarta-feira, 11 de junho de 2008

Informe da Ocupação da Votorantim

Ato no centro e ocupação da Votorantim:
 
Foram 300 pessoas de várias organizações, o pessoal da Frente de Apoio ao Vale do Ribeira, do Movimento Humanista, estavam o Juliano, Thiago Higa, Ivan e eu.
 
Nos reunimos na Educafro as 7:00 e depois fomos em direção ao prédio da Votorantim, o prédio foi ocupado por 100 manifestantes que ficaram por 40 minutos, até o momento em que a tropa de choque chegou, a polícia entrou, mas como o combinado foi que a ocupação fosse pacífica, em poucos segundos o prédio foi desocupado, não houve grandes tumultos, um pouco de gás lacrimogêneo e ameaça por parte da polícia. Não se revidou, pelo que vi ninguém chegou a se ferir. Nada foi quebrado, somente uma porta de vidro pela tropa, no intento de invadir o prédio. 
 
Cinco pessoas foram levadas para a delegacia, e por 2 horas a delegada tentou achar no código penal alguma infração que se encaixasse e pudesse pelo menos fichá-los... foram liberados e voltaram a tempo de se juntar ao final do Ato.Haviam mulheres que no momento da chegada da tropa, se colocaram em frente ao prédio, dentre elas uma grávida, isso sensibilizou a polícia, normalmente há muito mais violência neste tipo de intervenção... enquanto isso do lado de fora, todos cantavam.
 
Depois da desocupação, ficamos na escadaria do Teatro Municipal, estendemos faixas do Movimento, da Frente de apoio e de outras organizações, fizemos panfletagem, cantamos, pegamos assinaturas contra a construção da barragem de Tijuco Alto.  Foram feitos discursos sérios e alguns ilários com a presença do Oliver, que imitou o Silvo Santos (ele participou das jornadas anti-bush e frente de luta contra o aumento das passagens com agente) ahh.. e teve arte também, capoeira e confecção de bonequinhos de alumínio!!!
 
Fomos depois para a Praça da República onde o Ato terminou. Apesar da ocupação não ter sido como planejado, não vi tensão nem sentimento de derrota e sim alegria nos rostos e a vontade de que se façam mais interveções como estas foi expressada por muitos. Acredito que esta sensação não seria a mesma, se tivessemos revidado ou entrado em confroto com a policia.
 
Sentimos que se fizermos outras como estas, podemos ter como exemplo esta ocupação e a do Ibama.
 
Queremos que as pessoas saiam com a sensação de que podemos muito mais se nos organizarmos, não aquela em que as pessoas saem feridas, ressentidas. Se houver violência, nos retiraremos, como foi hj!
 
Queremos viver e não morrer por uma causa.
Isto é a NÃO-VIOLÊNCIA ATIVA!!!!
 
Muita paz, força e alegria
 

0 comentários:

Postar um comentário

Gostou do Partido? Então cadastre-se para receber boletins virtuais por Email ou RSS. Não gostou? Entre em contato e sugira uma pauta. * Deixe aqui suas opiniões e comentários.

 

Acompanhar este Blog

Blog do PH Copyright © 2009 Blog desenvolvido por AgenciaDigital.Org