quarta-feira, 6 de agosto de 2008

3ª REUNIÃO ORGANIZATIVA DA EQUIPE PROMOTORA DA MARCHA MUNDIAL - BRASIL

Reunião virtual via Camfrog. Participação de: Margarete (22), Alexandre (51), Fernanda Mendes (73), Salima Zeitune (472) e Ana Facundes, Maurício (Mensagem), Nicolas (108), Marcos Aviño (92), Cris Obredor e Maroly (164) e Funaba (63).

A Marcha Mundial (MM) será um evento cuja complexa organização será fortemente baseado na Internet. Assim, será importante que se crie um site para o trecho brasileiro, tarefa esta que será feita coordenado pela Ana Facundes que fará a tradução do site oficial.

A MM será um evento bastante voltado para a mídia. Será através dela que atrairemos os meios de comunicação. É importante entender os códigos da imprensa, saber o que ela valoriza e utilizarmos isso a nosso favor. Nico aponta que será importante que a caravana da MM vinda da América do Norte, ao chegar à América do Sul não siga inteira pelo trecho principal (costa do Pacífico), mas sim que pelo menos uma parte dela acompanhe o trecho brasileiro, pois isso atrairá mais a imprensa, além de manter sua característica internacionalista. Para a mídia, o que chamará a atenção são as pessoas que fizeram o percurso inteiro. Maurício comenta que é mesmo difícil que a rota principal passe pelo Brasil, mas no desenho que já fizeram, acho importante que a nossa rota vá para a Argentina pelo Paraguai e não deixe esse país de fora.

A MM atrairá a imprensa por si mesma, mas o evento servirá também para tornar conhecidas as demais atividades humanistas e seus organismos e a mensagem.

A organização da MM é dividida em numerosas equipes que se reúnem em torno de uma Equipe Promotora. Essa é a forma organizativa tanto mundial como regional e nacional (relação dessas equipes no material "Explicaciones sobre aspectos organizativos de la Marcha Mundial, sintetizadas a partir de conversaciones realizadas en la semana de la creatividad (Barcelona 14-20 julio 2008)"). A equipe promotora é formada por pessoas de todos os organismos humanistas. Também é possível que se tenha gente de outras organizações. Para facilitar o aporte de todos. Nico sugere que as comunicações via e-mail a respeito da MM sejam encaminhadas às listas de interesse, não apenas à lista da coordenadora, Salima explica que temas como coordenação nacional da MM no Brasil diz respeito a coordenadora como procedimentos prévios e que não podemos sobrepor as orientações e aos orientadores de cada conselho, por isso deve-se respeitar o âmbito da coordenadora.

Sammogini lembra que desde o final da campanha 2000 sem guerras não há participantes do Mundo sem Guerras e que se encarregará de legalizar esse organismo para que seja o organismo promotor da MM.

Salima já fez contato com outras organizações e com a imprensa e vê a necessidade rápida de folder para ampliar divulgação.

Sobre a coordenação, Funaba ressalta que esta deve ser aberta e inclusiva, centralizada, mas aberta para idéias de eventos nas cidades, contemplando as diferenças regionais.

M. Avino reporta que a 1º reunião da MM no Chile frisou a centralização da organização da MM. Ela gerenciará as atividades de cada cidade mas que as iniciativas devem partir das pessoas do local. Foi reforçado o caráter midiático da marcha e que a atração da imprensa sempre deve estar em vista. Na reunião do Chile foi passado o vídeo: http://www.tallerdevideo.org/2008/MM/EntrevistaMSN/ e foi feito o site: http://www.mundosinguerras.cl que é a página web de da organização do Chile. Ao se contatar personalidades, deve ser o objetivo atrair a imprensa também. Se isso não for possível na hora em que o apoio se dá, deve-se gravar um vídeo para posterior divulgação. Sobre as personalidades, Sammogini lembra que em países como Brasil, Argentina e Itália, deve-se enfatizar o contato com jogadores de futebol.

Fernanda M. lembra que devemos estar presentes e com muita força e evidência no Fórum Social Mundial que será em Belém, PA em janeiro de 2009.

O desenho da rota no Brasil tem dois segmentos, um com origem no interior e outro no litoral. Como não há passagem da MM pela Venezuela, viu-se a oportunidade de que participantes da marcha desse país se agregasse do trecho brasileiro.

Funaba informa a sua atividade de difusão no Rio: debatedeira

A MM é uma iniciativa nossa mas aberta a outras organizações. Será aproveitada a oportunidades da inauguração da Sala Brasil para convidar Rafael Dela Rubia para vir ao BR e participar de uma reunião organizativa da MM, na qual serão convidadas outras organizações.

Foram formadas equipes, com as seguintes coordenações:

- Site: Ana Facundes;

- Fernanda Mendes e Salima Zeitune: Relações institucionais e imprensa;

- Alexandre Sammogini: fundação do Mundo sem Guerras, enlace internacional;

- Funaba, Nicolas e Salima Zeitune: coordenação geral da MM;

- Maurício e Priscila: coordenação da rota.

- Funaba (RJ): Relações institucionais

O próximo encontro será VIRTUAL no dia 17/08, às 19hs, por CAMFROG (que será enviada posteriormente o nome da sala e senha)

O âmbito está aberto a novas postulações e participações

0 comentários:

Postar um comentário

Gostou do Partido? Então cadastre-se para receber boletins virtuais por Email ou RSS. Não gostou? Entre em contato e sugira uma pauta. * Deixe aqui suas opiniões e comentários.

 

Acompanhar este Blog

Blog do PH Copyright © 2009 Blog desenvolvido por AgenciaDigital.Org