sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Carta de Agradecimento - Eleições 2012

Carta de Agradecimento

Para todas e todos que apoiaram os Humanistas na eleição de 2012.

Em 07 de outubro terminou a Campanha Humanista nas eleições municipais. Nas cidades de Maricá, Rio de Janeiro e São Paulo mais de 800 pessoas votaram nos candidatos que levantaram a bandeira da DEMOCRACIA REAL e da NÃO VIOLÊNCIA ATIVA. Isto significa, sem dúvida nenhuma, que a esperança de viver numa Nação Humana Universal está iluminando as mentes e os corações das pessoas. 

Gostaríamos de agradecer profundamente àqueles que votaram, colaboraram, apoiaram e foram às ruas. Demos mais um passo juntos na construção de uma alternativa ainda pequena, mas verdadeira dentro de um sistema poderoso, porém falso e desumano. Queremos agradecer ao Partido Socialismo e Liberdade – PSOL, por meio do qual fizemos uma filiação democrática que possibilitou o lançamento de nossos candidatos com as bandeiras e a identidade humanista. Fomos muito bem recebidos e, respeitadas as nossas diferenças, juntamos forças nos muitos pontos em comum. Celebramos o fato que esta campanha ajudou no crescimento de ambos os partidos. Também gostaríamos de agradecer às amigas e amigos das diversas comunidades da Mensagem de Silo e a todos os membros da Refundação Comunista que participaram e deram apoio a nossa campanha.

Agora vamos continuar nossa tarefa de construir um Partido Humanista em todo o território nacional. Um partido que sirva às pessoas comuns para superar as condições de injustiça que geram dor e sofrimento na maioria da população. Um partido diferente que promove a transformação pessoal e social ao mesmo tempo. Esta é a tarefa que estamos propondo para você que nos apoiou. Há muito para fazer.
Vivemos numa época adversa, trágica, em que a violência, a manipulação e a injustiça estão presentes em todos os lugares. Mas o futuro é um imenso campo aberto para Humanizar a Terra.

Candidaturas
 Humanistas - Partido Humanista do Brasil

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Candidaturas Humanistas: Vídeo-Debate nesta Sexta-Feira (28/Set.) - 21h - F...

Candidaturas Humanistas: Vídeo-Debate nesta Sexta-Feira (28/Set.) - 21h - F...: livestream.com/candidaturashumanistas Venha debater conosco algumas propostas  para a Educação.   - Educação para a Cidadania - Ges...

sexta-feira, 13 de julho de 2012

MARCHA CONTRA OS DESPEJOS E REMOÇÕES EM SÃO PAULO

MARCHA CONTRA OS DESPEJOS E REMOÇÕES EM SÃO PAULO

Concentração na Rua Mauá, 340

Dia 11/07/2012 – Quarta-feira- 11 horas

Estão em andamento, no centro da cidade, várias ordens de reintegração de posse que atingem 560 famílias. São mais de 2.000 pessoas que, por absoluta falta de acesso à moradia, ocuparam imóveis abandonados e agora correm o risco de ser arrancadas de seus lares e trabalhos. Também as 250 crianças que lá vivem podem ser retiradas das creches e escolas que frequentam. As principais ameaças de despejo recaem sobre as famílias que moram há mais de cinco anos na Rua Mauá; as famílias da Avenida São João, 588; as que vivem na ocupação da Avenida Rio Branco, 47 e 53, e as da Avenida Ipiranga, 908, dentre outras que resistem!

Somos mais de 10 mil pessoas vivendo em condições precárias, áreas de risco, cortiços, favelas e pensões, vítimas de despejos e violência. O despejo de famílias pobres de suas moradias também ameaça os atingidos pelas grandes obras como o Rodoanel, em regiões como Jardim Paraná, Perus, Carapicuíba e Parada de Taipas. Há ainda as obras da Copa de 2014 e os projetos Nova Luz, Operação Urbana Água Branca e Lapa-Brás, Parque Linear Várzea do Tietê e ameaça de remoção na comunidade Vila Nova Esperança, que levam a desapropriações truculentas e sem negociação.

Essas alterações urbanas violam o direito à moradia, garantido pela Constituição. Remoções devem ser chave a chave: a família só deixa sua casa quando tiver uma nova, em local apropriado. Temos direito a um lugar para morar sem ameaça de remoção, com educação, saúde, lazer e transporte. O direito à moradia deve ser garantido independente da renda ou da capacidade de pagar do morador.

Não temos acesso às linhas de financiamento para habitação e necessitamos de políticas públicas para garantir o acesso da população mais pobre a uma moradia decente. Resta a nós como única saída a organização popular para lutar e defender os nossos direitos. PRECISAMOS DE NOSSAS MORADIAS!

Exigimos que nossos governantes não sejam indiferentes a um problema social tão grave permitindo que sejamos jogados na rua sem nenhum esforço para evitar essa tragédia social!

Exigimos que as autoridades públicas não sejam mais coniventes com esse crime. Que não deixem mais os interesses da especulação imobiliária se sobreporem ao direito à vida. E exigimos o fim de toda forma de violência ou intimidação antes, durante ou depois da remoção. As ações truculentas se repetem dia-a-dia, nos despejos e na atuação da polícia contra a população pobre, sobretudo contra jovens e negros.

Também o Tribunal de Justiça é hoje um dos maiores inimigos dos que lutam, defendendo os interesses de poucos.

Exigimos o fim da criminalização da luta do povo. E para combater a violação de direitos e exigir moradia digna, vamos realizar este ato contra remoções!

Apoio

: FLM - Frente de Luta Por Moradia; CMP – Central de Movimentos Populares; Associação Mauá; MSTC – Movimento Sem Teto do Centro; FOMMAESP – Fórum de Moradia e Meio Ambiente do Estado de São Paulo; Associação Independente Vila Nova Esperança; ASTC - Associação Sem Teto do Centro; MMRC – Movimento de Moradia da Região Centro; MNPR – Movimento Nacional da População em Situação de Rua; Assembléia Popular; MSTRU - Movimento Sem Teto Pela Reforma Urbana; Movimento Terra de Nossa Gente; Movimento de Moradia da Região Norte; Movimento em Defesa das Vitimas do Rodo Anel; Levante Popular da Juventude; Espaço Cultural Esquina da Memória; Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos; MAB e MST.

segunda-feira, 25 de junho de 2012

RESISTENCIA EN LA TV PUBLICA DE PARAGUAY

Amigos

 La resistencia se inicio la noche del sábado 23 del corriente mes a partir de que funcionarios de la vicepresidencia atropellaron en forma prepotente intentando suprimir la grilla de programaciones de la TV   publica, ante la difusión inmediata de la situación mas de 3000 personas se apostaron en frente al local de la TV publica,  ubicada en pleno microcentro de la capital, desde ese momento se ha declarado  vigilia permanente para salvaguardar las programaciones y los derechos fundamentales de los funcionarios.

Hoy domingo 24 se sumaron mas de 15 mil personas participando activamente en un micrófono abierto que habilito la TV publica, ademas de una serie de artistas que hicieron de la resistencia toda una fiesta en defensa de la democracia, seriamente amenazada por el gobierno impuesto fraudulentamente por los parlamentarios golpistas. 

En estos momentos sigue la vigilia y la TV publica se ha convertido en un bastión de la resistencia popular que exije la restitución inmediata del presidente Fernando Lugo y el castigo ejemplar a los responsables del quiebre institucional.

Ahora el gran temor es la represión que se viene en cualquier momento, posiblemente en esta madrugada, para desalojar a los vigilantes apostados y la expulsión de los funcionarios de la TV. Nos enteramos por fuentes extraoficiales que ya han decretado la orden judicial de desalojo para de esta manera habilitar la calle que pasa frente a las oficinas de la Tv, prácticamente clausurada por los vigilantes y obviamente tomar posesión de la TV.

Por otro lado denunciamos la complicidad de los medios masivos en acallar y ocultar toda la movida que esta llevando adelante la resistencia, poco o nada se ha informado 
sobre el tema para evitar la participación masiva de la ciudadanía. Todo la difusión que hemos logrado es gracias a la TV publica y a los medio alternativos de comunicación,
cabe señalar que el radio de cobertura de la Tv publica aun es insipiente abarcando solo hasta los limites de la gran Asunción.

Pedimos a la comunidad internacional estar atento ante cualquier situación que se pueda desencadenar  y el apoyo en cualquiera de las formas posible.

Como humanistas estamos participando activa y permanentemente de la resistencia promoviendo principalmente la no violencia activa como método de lucha. Método que se ha  adoptado como eje de toda manifestación.

Mas novedades muy pronto!

Emilio
Mov. Humanista - Paraguay


PRONUNCIAMIENTO DEL PARTIDO HUMANISTA PARAGUAYO ANTE EL GOLPE PARLAMENTARIO

Paraguay vencerá, Paraguay resistirá!


Pronunciamiento del Partido Humanista ante el golpe de estado parlamentario 

contra el Presidente Fernando Lugo.


Ante el decretado "golpe de estado parlamentario" contra el Presidente Fernando Lugo, los miembros del Partido Humanista 

Paraguayo nos unimos al repudio nacional e internacional desconociendo el actual gobierno impuesto ilegítimamente 

mediante un juicio político sin argumentación jurídica sostenible.


Calificamos la argumentación acusatoria de arbitraria, sostenida casi totalmente con quejas ideológicas de afinidad no compartida, 

lo cual constituye una burla y un grave desvío del orden jurídico vigente en el país.


Por otro lado, denunciamos, ante los estamentos nacionales e internacionales, graves atropellos contra los derechos procesales de

defensa del acusado, que fueron violentados en dicho juicio, y solicitamos apoyo para forzar su nulidad constitucional.


Convocamos a todos los habitantes de la República del Paraguay a hacer respetar la voluntad popular expresada en los comicios 

del 2008. Ahora más que nunca es oportuno manifestarnos y expresar la indignación que quieren acallar en complicidad con los 

medios masivos de comunicación.


Exhortamos a toda la ciudadanía indignada a expresar su repudio con acciones no-violentas. Creemos que la metodología más 

correcta e inteligente es la No-Violencia Activa: Salgamos a las calles de todo el país y exijamos la inmediata restitución del 

Presidente Fernando Lugo a su función.


Por último, convocamos a toda la gente de Asunción y Gran Asunción a congregarse en el local de la TV Pública, último espacio 

democrático donde resistiremos hasta que se deponga al gobierno usurpador criminal y se restablezca el gobierno legítimo. 


Equipo de Conducción nacional



Augusto Ferreira 25 de Junho de 2012 13:27

Favor hacer llegar este comunicado a todos los partido humanistas del mundo, están por desalojarnos de la TV Pública de Paraguay!

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE À COMUNIDADE DO PINHEIRINHO

CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE À COMUNIDADE DO PINHEIRINHO

O Sindicato dos Advogados do Estado de São Paulo - SASP, juntamente com diversas organizações populares, está arrecadando doações para a população da comunidade do Pinheirinho, em São José dos Campos (SP).
A comunidade sofreu um violento e desumano processo de desocupação no último dia 22, com mortes, centenas de feridos e seis mil pessoas que perderam suas casas e tudo que tinham.
As pessoas estão alojadas de forma precária pela prefeitura de São José dos Campos e necessitam de nossa solidariedade.
As principais necessidades são: roupas (adultas e infantis), fraldas descartáveis, leite, alimentos, absorventes.
Para doações e/ou maiores informações: (11) 3105-2516 – falar com Fátima ou Pedro
Endereço: Rua da Abolição, 167, Centro – próx. à Câmara Municipal de São Paulo - www.sasp.org.br

Em Defesa dos Moradores do Pinheirinho
Amanhã, quinta-feira (02/fev/2012) diversas organizações, sindicatos e movimentos sociais promovem um ato público unificado próximo ao terreno desocupado do Pinheirinho, na Praça Afonso Pena, às 9h, em São José dos Campos.

No último domingo (22), 1.600 famílias que lá moravam há 8 anos foram despejadas violentamente por mais de 2.000 policiais civis e militares, ao cumprirem ordens da Justiça Estadual e da Prefeitura de São José dos Campos.

O objetivo desse ato é pressionar os governos estadual e municipal para que os problemas das famílias envolvidas sejam atendidos, além de denunciar e protestar contra as violentas políticas de despejo que vem acontecendo sistematicamente no estado de São Paulo.
Ato Público
Local: Praça Afonso Pena, às 9h, em São José dos Campos
Data: 02/02/2012 - Horário: 9h


 

Acompanhar este Blog

Blog do PH Copyright © 2009 Blog desenvolvido por AgenciaDigital.Org